Menu fechado

Notícias

Clonagem de cartões SIM pode gerar danos irreversíveis

O uso excessivo dos smartphones tem oferecido aos criminosos grande oportunidade de ataques, de acordo com estudos da Check Point Research, divisão de pesquisa em segurança da informação da Check Point Software Technologies. Um destes ataques é o caso do SIM Swap ou SIM Swapping, que é uma técnica usada para duplicar um cartão Subscriber Identity Module (SIM).

Com o cartão duplicado, um atacante consegue recuperar senhas e conseguir credenciais de acesso para muitos sistemas pessoais de uma vítima, como redes sociais, e-mail, conta bancária, aplicativos de mensagens instantâneas e outros.

A empresa explica que o SIM é a porta de entrada para tudo o que é armazenado no smartphone e está associado a um número de celular, portanto, um ataque ao SIM pode ser bastante crítico à segurança e privacidade de dados.

Fonte: Informações do portal It Mídia (29/08/2019)